A história se repete como tragédia: eleições como arquétipo

Adivinhe em que ano ocorreu esta eleição!

Dados fatos a respeito de uma eleição presidencial que ocorreu no brasil, você leitor terá de adivinhar em que ano ela aconteceu.


Topa o desafio?

Dado os fatos a respeito de uma eleição presidencial brasileira, você leitor, terá que adivinhar em que ano ocorreu.

A eleição foi disputada por muitos candidatos, apesar de nem todos serem amplamente conhecidos pela população.
O “candidato da direita” era o favorito para estar no segundo turno. Mesmo tendo se candidato por um partido sem expressão.
Já a “esquerda” estava dividida entre 2 candidatos: um do PDT e outro do PT.

Características do candidato do PDT:

  • Idade mais avançada;
  • Mais experiente (já foi prefeito, governador, ministro, deputado estadual, deputado federal etc);
  • Mais preparado (formação + experiência);
  • Faz uma campanha de forma mais racional.

Características do candidato do PT:

  • Mais novo;
  • Menos experiente;
  • Menos preparado;
  • Apela para o lado emocional em sua campanha.

A principal diferença entre os dois candidatos no contexto desta eleição é:

O candidato do PDT teria maiores chances de derrotar o candidato da direita no segundo turno, dado o cenário político da época.

A rejeição do candidato do PT é tanta, que o candidato da direita afirmou que prefere enfrentar o candidato do PT no segundo turno por ser o “mais fácil”. 

Entretanto, não é o candidato do PDT que vai para ao segundo turno, mas sim, o do PT. Mesmo com todas as pesquisas indicando que o candidato do PT perderia a eleição no segundo turno para o candidato da direita, enquanto a candidatura do PDT venceria no mesmo cenário.

O resultado foi que o candidato do PT não conseguiu agremiar votos suficientes, perde a eleição como previsto, e o governo de direita é um desastre ao país! Para nossa infelicidade.

Pois bem, dado os fatos, adivinhe em que ano ocorreu esta eleição!
A) 1989
B) 1994
C) 1998
D) 2006
E) 2010
F) 2014
G) 2018

Role para baixo para ver a resposta.











Resposta

Se você respondeu letra A, acertou! Essa história se passa no ano de 1989:

  • O candidato do PDT é Leonel de Moura Brizola;
  • O candidato do PT é Luís Inácio Lula da Silva;
  • O “candidato da direita” é Fernando Collor de Mello com seu partido sem expressão, o PRN.

Convenhamos que a história é também muito parecida com a das eleições de 2018, certo?

“O povo que não conhece a própria história está condenado a repeti-la.” Edmund Burke


Opinião

É possível aprender com nossos erros, mas é menos doloroso aprender com os alheios.

A esquerda argentina parece ter aprendido com os erros da esquerda brasileira e usou uma estratégia diferente em 2019: elencaram a Cristina Kirchner, ex-presidente, para concorrer na chapa presidencial como vice-presidente. Enquanto, o candidato a presidente foi Alberto Fernández, ex-integrante do governo de Cristina, com quem havia rompido.
Foram eleitos com 48,24% dos votos, e venceram em 18 dos 23 estados da Argentina.

Já no Brasil, o ex-presidente Lula, no contexto das eleições de 2018, não aceitaria, em hipótese alguma, assumir uma candidatura como vice-presidente. O que foi confirmado por após as eleições. Lula comparou-se com pelé, afirmando que é o “pelé da política”. Como não bastasse, disse que entenderia mais de política que Fidel Castro (estadista que ocupou 32 anos a posição de presidente de Cuba; afora o tempo como primeiro ministro).

Lula e PT erraram nas eleições de 89 ao insistir na disputa pelo segundo turno contra Collor, frente a forte previsão de derrota. Após 29 anos, Lula e PT cometeram o mesmo erro ao insistirem em disputar (com Haddad desta vez) o segundo turno das eleições de 2018 contra Bolsonaro, sabendo que iriam perder. Ou talvez, fosse este o resultado desejado.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
0
Share